Estruturas de vidro: como ocorre a sua produção?

As estruturas feitas de vidro são um dos principais materiais utilizados em construções dos mais diversos tipos. Isso porque o vidro possui a grande capacidade de oferecer maior sofisticação, delicadeza e beleza estética para o local em que é instalado, seja um ambiente empresarial, residencial ou comercial.

Dentre as principais estruturas de vidro que podem ser encontradas no mercado, existem os muros, os guarda corpos e os corrimões.

O que é um muro de vidro?

O muro de vidro é uma grande tendência dentro do mundo das decorações. Ele é capaz de unir diversas características, como:

  • Elegância;

  • Segurança;

  • Leveza;

  • Estética delicada.

Assim como todos os muros existentes, ele serve tanto para delimitar o terreno quanto para conferir segurança e proteção ao patrimônio privado.

Como esse muro é feito?

A sua montagem é feita a partir de uma estrutura, a qual geralmente é de alvenaria, em que os vidros ficam apoiados.

Entretanto, a estrutura dos muros de vidro também pode ser de alumínio ou até mesmo aço, variando apenas conforme o desejo do cliente.

Por esse motivo, é válido frisar que esses muros são feitos sob medida levando em conta cada projeto de decoração.

Todavia, um questionamento que muitas pessoas fazem é: esse tipo de muro é realmente seguro?

Rapidamente é possível dizer que sim. O vidro utilizado no muro é conhecido como temperado. Ou seja, durante a sua produção, ele passa por um processo térmico capaz de oferecer mais resistência a impactos e dureza ao vidro, tornando-o até seis vezes mais resistente do que um vidro comum.

Para assegurar ainda mais a proteção de um espaço, a espessura comumente utilizada do vidro para muros é de 10 milímetros, quase o dobro da espessura utilizada em vidros simples de janelas.

Além disso, o muro feito de vidro temperado, caso quebre, não possui tanta capacidade de gerar ferimentos, tendo em vista que ele se estilhaça em pedaços pequenos e arredondados de vidro.

Outro detalhe interessante é que a composição do vidro utilizado nos muros é bastante lisa, fazendo com que qualquer pessoa a qual tente escalar o muro acabe escorregando.

Mas, e a questão da transparência?

A transparência gerada pelo muro de vidro pode ser um fato desagradável para muitas pessoas. Contudo, ao contrário do que se pensa, o vidro auxilia na proteção de uma construção, já que, segundo especialistas em segurança, um local com bastante visibilidade inibe a ação de criminosos.

O motivo disso é que, com o vidro, eles podem ser mais facilmente vistos tanto pelas pessoas de dentro quanto de fora do espaço.

Por outro lado, para quem deseja obter uma discrição maior, vale a pena investir no muro de vidro jateado, um tipo de muro que passa por um processo de jateamento. Processo, esse, que consiste no lançamento de jatos de areias capazes de conferir um efeito opaco ao vidro, garantindo a privacidade do espaço.

Além disso, é possível contar com um muro em que o vidro não é total, ou seja, no qual ele serve como um detalhe de decoração no muro.

Outras estruturas de vidro

Entre outras estruturas muito utilizadas dentro de projetos decorativos, encontra-se o corrimão de escada de vidro.

Esses corrimões podem ser fixados em escadas, rampas, etc., por meio de suportes de alumínio nas laterais ou na parte superior das peças.

Assim, além de possuir uma estética bastante agradável, o corrimão de vidro consegue oferecer segurança ao espaço, principalmente se ele for feito com vidro temperado.

No entanto, é preciso ficar atento: em ambientes comerciais e empresariais, os corrimões precisam seguir requisitos técnicos de segurança, como a presença de um suporte para as mãos situado a 92 centímetros do chão.

Por outro lado, dentro de espaços residenciais, é possível utilizar vidros de modo a garantir uma transparência total durante toda a extensão da escada. É interessante observar que esse tipo de corrimão é muito confundido com o guarda corpo de vidro para escada.

O motivo dessa confusão se deve ao fato de que o guarda corpo, em geral, é uma estrutura situada entre o chão e os corrimões com o intuito de garantir mais segurança a um espaço.

Ou seja, quando há somente o apoio para as mãos, sem a “rede de proteção”, chamamos de corrimão.

Outra estrutura bastante interessante é o guarda corpo de vidro para sacada. Este, diferentemente do corrimão de vidro, não possui a única funcionalidade de apoio, mas também de proteção em lugares de grandes alturas.

Essa é uma grande necessidade em espaços que possuem crianças ou animais de estimação, tendo em vista que os guarda corpos conseguem impedir totalmente a passagem por meio de uma superfície rígida e segura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *