Planejamento estrutural permite adaptação de espaço confortável

O mercado de locação de imóveis, frequentemente sofre com oscilações, pois muitas residências não atendem às necessidades dos moradores em quesitos de comodidade e segurança.

Com a facilidade em poder realizar adaptações, muitos locatários alugam os imóveis e deixam o espaço de acordo com necessidade que lhe é precisa.

Ambientes completamente planejados

A disponibilidade de espaços específicos, como closets em quartos e suítes, banheiros adaptados, salas de estar e de jantar, e uma cozinha planejada pequena podem ser o suficiente para agradar os inquilinos.

Mas outros precisam de mais detalhes, que podem ser alcançados com algumas reformas e tudo pode ser negociado entre locatário e locador.

Em ambientes completamente planejados, os eletrodomésticos e equipamentos que são utilizados em uma cozinha, por exemplo, podem ser dispostos de acordo com os espaços projetados para tal.

É possível utilizar fogão e forno de maneiras separadas, com a geladeira em um local afastado da área mais quente da cozinha, por exemplo.

O uso de um purificador de agua gelada em cima da pia, utilizando toda a estrutura de canalização e sistema elétrico, pode atender de forma satisfatória a ocupação de todo o espaço de forma inteligente e completamente planejada.

Muitos empreendimentos imobiliários são entregues aos proprietários de forma crua, sem os acabamentos necessários, como batentes, pisos e azulejos nas paredes de banheiros e cozinhas.

Por isso, muitas vezes, os proprietários colocam o imóvel à disposição em imobiliárias para locação e permitem que o primeiro locatário faça as finalizações, de acordo com o próprio, e os custos possam ser abatidos do preço do aluguel.

Dessa forma, os inquilinos escolhem o uso de moldura de gesso nos rodapés das residências, que podem ser substituídos com facilidade, caso o proprietário queira trocar, em momento oportuno.

O mesmo pode ser empregado quanto às finalizações nos tetos. O mercado da construção civil oferece uma infinidade de materiais, como madeiras, gessos e a própria laje como matéria-prima final.

Dependendo da disponibilidade de espaço e a instalação elétrica e hidráulica do ambiente, é possível utilizar o forro pvc para a cobertura entre o cômodo e o telhado. Assim, em casos de manutenção, a retirada pode ser realizada facilmente, e reposicionada, conforme a construção permite.

A instalação de equipamentos de climatização também é possível, quando todo o sistema elétrico é projetado para atender a demanda de energia, que será disponibilizada para todos os equipamentos.

Como esse tipo de equipamento deve passar por manutenção recorrente, a verificação de todo o sistema deve ser realizada antes da instalação, permitindo que o sistema de resfriamento possa atender os cômodos onde está colocado.

Durante esse tipo de manutenção, deve-se estar ciente dos seguintes pontos:

  • Troca de filtros internos;
  • Limpeza de sistemas de gás;
  • Higienização para evitar mofos e bactérias;
  • Melhora de eficiência do equipamento.

Os custos praticados em uma manutenção preventiva são bem menores do que quando há a necessidade de realizar o conserto de ar condicionado. E a economia com energia elétrica também é sentida, quando o equipamento trabalha corretamente.

Segurança deve ser prioridade

Apesar de todas as facilidades de construção e reforma proporcionadas pelas tecnologias e equipamentos que estão à disposição, e com a mão de obra especializada trabalhando em diversos empreendimentos imobiliários, a segurança deve ser prioridade em todos os casos.

Os profissionais devem utilizar equipamentos de proteção individual e toda a área deve ser cercada para garantir a proteção coletiva.

Após o término dos trabalhos, diversos planejamentos devem ser apresentados para atender a área de paisagismo, a mobilidade urbana, com foco principal voltado para a segurança.

Em condomínios prediais, tanto voltados ao setor residencial, quanto ao setor comercial, deve ser apresentado um projeto de segurança contra incendio, com portas corta-fogo disponibilizadas na área das escadas, instalação de sprinklers no teto e mangueiras e extintores contra incêndio, com placas indicativas, em todos os andares, com facilidade de acesso.

Luzes de emergência, que são acionadas em casos de falta de energia também devem ser instaladas, tanto nas áreas comuns, quanto nas escadas.

A disposição de uma brigada de incêndio também deve ser obrigatória, para locais que possuem aglomeração de pessoas, que podem ser contratadas por meio de empresas terceirizadas.

O planejamento em segurança deve atender normas universais, como pontos de apoio em casos de emergência e a disposição de hidrantes em pontos estratégicos.

Com isso, garante a emissão de documentos de moradia e permissão para explorar comercialmente os empreendimentos imobiliários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *