Construção e manutenção de um edifício

Durante a construção de um edifício, entende-se que haverá uma grande circulação de pessoas e, por isso, os riscos de acontecer algum acidente, principalmente relacionado a incêndios, são maiores.

Boa parte desses problemas pode acontecer ou por desatenção, instalações elétricas ultrapassadas e mal conectadas, ou ainda falhas nos sistemas internos do edifício.

Por isso, existem sistemas de detecção, assim como equipamentos que podem ajudar tanto na prevenção de incêndios em ambientes residenciais como em seu combate inicial.

Ainda mais, existem equipamentos que são fundamentais para ajudar na manutenção do sistema elétrico do prédio, para que ele funcione corretamente.

Por isso, esse artigo vai falar desde a instalação eletrica feita em um prédio, até laudos e equipamentos de segurança. Confira!

Instalações elétricas em prédios: cuidados e precauções

Provavelmente, todas as tarefas que você faz, ou boa parte delas, demanda o uso de energia elétrica.

Por isso, é fundamental que um local tenha esse serviço para trazer maior conforto, qualidade de vida e bem-estar. Mas, é importante que essas instalações sejam feitas por uma equipe de eletricistas capacitada desde a construção.

Isso porque, uma boa instalação é capaz de evitar problemas como curto-circuito, sobrecarga de energia e, consequentemente, um princípio de incêndio. Além de realizar boas instalações, é sempre bom atuar no aspecto da prevenção, analisando periodicamente os sistemas no prédio, assim como contar com a presença de extintores, placas de sinalização e portas corta-fogo.

Equipamentos de segurança: proteja a rede elétrica do seu prédio!

As instalações elétricas estarão em conjunto com diversos equipamentos, assim como outros que podem atuar de forma independente.

Para que tudo esteja bem em uma rede elétrica, é importante contar com a presença de uma fonte de alimentação que possua qualidade e capacidade.

Esse material é importante por receber a tensão e corrente elétrica que chega da rede de distribuição de energia do município e a torna estabilizada, para que chegue aos equipamentos, como os eletrodomésticos.

Isso porque a corrente pode vir muito maior e se chega a um equipamento pode causar seu dano.

Por isso, fontes de energia que sejam estabilizadas trazem uma alimentação aos equipamentos de forma eficiente, segura e com qualidade.

Além disso, é possível contar com a integração de outros sistemas, como a presença de transformadores e disjuntores.

Outro material interessante que podemos destacar é o Contator para banco de capacitor, que atua no controle do capacitar e o desliga em caso de emergência.

Em uma situação de queda de energia da rede elétrica em seu município, é possível ainda suprir o prédio energeticamente com o uso de um Gerador a diesel pequeno.

Os geradores são equipamentos muito importantes, pois conseguem transformar energia mecânica em elétrica, por meio de um dínamo.

Com isso, o Gerador a diesel pequeno consegue suprir a deficiência energética de um local por alguns momentos, a depender de sua capacidade.

No caso de uma emergência, é fundamental que o prédio não esteja totalmente escuro, mas que se acendam luzes de emergência e em locais com possíveis aglomerações de moradores.

Além de conseguirem sair do prédio com mais facilidade, em caso de uma emergência, ocorre uma redução do pânico nas pessoas.

Laudo do corpo de bombeiros: garantia e proteção

Além dos cuidados com as instalações elétricas e equipamentos para sinalização e combate, é importante apresentar também documentações de vistoria, que são realizadas por órgãos competentes no município.

Todo edifício deve apresentar um Laudo avcb bombeiros.

Esse laudo também pode ser conhecido como de Auto Vistoria do Corpo de Bombeiros e consiste em uma declaração que explica que houve uma vistoria em determinado local de edificação e que os critérios de segurança contra incêndios, assim como sua prevenção, foram feitos e estão dentro dos padrões estabelecidos.

Para isso, a edificação, tanto em seu processo de construção como depois, deve atender os requisitos de estrutura, técnica e organização, trazendo proteção tanto para os funcionários que irão atuar em sua construção, como dos moradores.

A falta desse laudo pode trazer multas ao proprietário, edifício e, no caso de uma construção, é possível paralisar a obra.

Esse tipo de laudo é obrigatório nos seguintes casos, em um edifício:

  • Durante a construção ou em período de reforma;
  • Para ampliar um espaço;
  • Para realizar uma mudança de ocupação;
  • Para regularizar edifícios.

Ou seja, ter esse documento é de extrema importância para ajudar a garantir maior segurança e ainda evitar problemas durante uma construção ou reforma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *