Segurança: elementos, serviços e laudos

A indústria da construção civil é, hoje, um dos principais motores da economia brasileira. Responsável por construções urbanas, redes de saneamento básico, rodovias, ruas e avenidas, a construção civil é responsável por grande parte da geração de empregos e transformação dos espaços físicos com segurança.

Por ser responsável também pelas produções de obras públicas e privadas, que são grandiosas e impactam a vida de muitas pessoas, as obras precisam ser realizadas de forma responsável e segura para todos.

Além disso, ela precisa ter muito planejamento e qualidade em sua execução para que os resultados não apresentem danos futuros.

Assim, é importante que alguns elementos de segurança, bem como laudos de avaliação contemplem e fiscalizem as construções. Para que a obra ocorra dentro dos aspectos legais, há algumas medidas que precisam ser tomadas. Confira algumas delas no artigo a seguir:

Vistoria cautelar e segurança

Atualmente, a construção em lugares super habitados pode resultar em muitos problemas jurídicos por danos a terceiros, ou seja, por danos a outras construções.

Assim, a fim de possuir uma proteção jurídica para todos os envolvidos, a vistoria cautelar – que resulta no laudo cautelar – é necessária.

A vistoria, realizada por um profissional habilitado, visa identificar os problemas já existentes nas construções ao entorno do espaço que se deseja realizar a obra e documentá-las com fotos e relatórios.

Os principais aspectos encontrados na vistoria são:

  • Infiltrações;
  • Fissuras;
  • Goteiras;
  • Trincas e rachaduras;
  • Muros e paredes fora do prumo;
  • Abafamentos em pisos externos.

Após a emissão do laudo, é possível iniciar a obra com respaldo legal. As vistorias precisam seguir os padrões e recomendações dos órgãos reguladores, a fim de promover maior legitimidade e evitar contestação posterior.

Pavimentação

Um dos principais processos existente em projetos e obras que ocorrem nas vias públicas é o de pavimentação, composto pela sobreposição de camadas, elevando a durabilidade da obra, resultando na qualidade do tráfego de pedestres e veículos.

Por ser comumente aplicado, há vários tipos de pavimentação. A intertravada, por exemplo, que consiste na inclusão de blocos intertravados é semelhante aos paralelepípedos, mas com a vantagem de não serem removidos com facilidade, pois o modo como são inseridos faz com que fiquem travados, impedido qualquer movimentação ou remoção.

As vantagens desse modelo de pavimentação são muitas, uma delas é que sua aplicação pode ser em ambientes externos e internos, como estacionamentos.

Além disso, apresentam uma versatilidade nos modelos de piso bloco concreto com tamanhos e formatos diversos. Mais ainda, são blocos pré-fabricados que otimizam o tempo de instalação, visto que não é preciso produzir cimento ou qualquer outro material para sua aplicação.

A pré-fabricação evita o desperdício de material, já que não há produção em excesso, economia financeira e redução da mão de obra contratada, diminuindo também o valor do investimento. Com isso, a pavimentação intertravada é uma das principais utilizadas em obras públicas.

Potencializando a qualidade do cimento

Realizar uma construção é praticamente impossível sem cimento, por isso alguns equipamentos que são aplicados para potencializar a qualidade do concreto fazem toda diferença no resultado final da obra.

Dentre os maquinários disponíveis, há um que impede a formação de espaços vazios dentro de vigas, lajes e pilares que ocasiona em sérios danos.

Assim, o mangote para concreto é recomendado para muitas obras, proporcionando economia, segurança, diminuindo o tempo de execução da obra, aumento da produtividade e sustentabilidade.

Entulhos: questão de saúde e segurança

Atualmente, as empresas precisam ser socialmente sustentáveis, ou seja, suas ações devem impactar o menos possível o meio ambiente e, ainda assim, manter o desenvolvimento econômico e social.

Com isso, um dos grandes problemas nos canteiros de obras são os entulhos produzidos por ela. Pensando nisso, algumas empresas desenvolveram alternativas sustentáveis para o seu descarte e reaproveitamento.

Assim, a remoção de entulho precisa ser realizada de forma correta e com o intuito de diminuir os impactos ambientais.

Ao finalizar a obra, será possível unir desenvolvimento e sustentabilidade, valorizando ainda mais o projeto desenvolvido e a marca da organização provedora da obra!

Seguindo esse processos e tendências na área da construção civil é possível construir e reformar de forma inteligente, ou seja, com economia, sustentabilidade, segurança e evitando danos futuros para os locais e para os moradores ou pessoas responsáveis pela execução dos projetos. Isso proporciona benefícios a todos os envolvidos e impactados pelas obras, reformas e construções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *